Auf einem Tisch steht eine Tüte mit dem Apotheken-Symbol. Daneben stehen verschiedene Medikamente, Handtücher und eine Wärmflasche. © Goethe-Institut

Para imigrantes com visto

O que devo fazer quando estiver doente?

No caso de doenças leves, tais como um resfriado ou dor de cabeça, você pode comprar medicamentos em uma farmácia. Para muitas outras doenças, você precisará de receita médicapara obter determinados medicamentos. A receita médica deve ser prescrita por um médico. Em posse da receita médica, você poderá obter o medicamento prescrito na farmácia. Normalmente você terá que pagar apenas por uma parte do preço do medicamento. 

Geralmente as farmácias abrem de segunda a sexta-feira das 08:00 até às 18:30 ou 18:00 horas e nos sábados até às 13:00 horas. Nas cidades grandes há algumas farmácias que ficam abertas até às 20:00. Há também um serviço de emergênciapara o fim de semana e para a noite.

Eine Person liegt krank im Bett. Auf dem Nachttisch sind Taschentücher, Nasenspray, Medikamente und eine Tasse Tee zu sehen. © Goethe-Institut

Consulta ao médico

Você se sente muito doente? Então é melhor você marcar uma consulta com um clínico geral. Seu filho está doente? Vá a um pediatra. Normalmente os médicos atendem de segunda a sexta-feira. Nos fins de semana e à noite você pode ir a um serviço de emergência médica.

Ao consultar um médico você precisará de um cartão do seguro de saúde, o qual lhe é dado pelo seu seguro de saúde. Na primeira consulta a um médico, você deve preencher um formulário com seus dados pessoais e especificar as doenças que tem. Após preencher o formulário, você deverá aguardar na sala de espera até que seja chamado. A espera pode demorar alguns minutos ou até mais de uma hora. 

No consultório do médico, ele lhe fará a anamnese (perguntas preliminares) e você deve descrever com exatidão os sintomas que sente. O que dói? Desde quando? Já teve esta dor? Após a anamnese, o médico lhe examinará para chegar a um diagnóstico e poder informar qual doença você tem.

Licença médica e especialistas

Após o exame, o médico pode lhe dar uma licença médica e lhe prescrever uma receita médica para um medicamento. O clínico geral pode marcar uma nova consulta para um pós-exame ou enviá-lo a um especialista como um otorrinolaringologista, um ortopedista ou um ginecologista. O especialista lhe examinará novamente. O seu clínico geral lhe dará uma autorização por escrito para que você possa ir a um especialista.

Os números mais importantes em caso de emergências

Todos os números de emergência são gratuitos e podem ser ligados a partir de qualquer telefone, mesmo sem dinheiro/saldo.
 
Polícia: 110
A Polícia é responsável em caso de emergências não médicas, crimes e acidentes graves de viação.
 
Indique o seu nome e:
- onde a situação ocorreu,
- que situação ocorreu,
- quantas pessoas foram afetadas,
- que ferimentos se verificaram e
- aguarde por mais questões!

Nahaufnahme auf ein Polizeiauto von der Seite mit dem Schriftzug "Polizei" © Goethe-Institut
 
Bombeiros/Número de emergência/Serviços de salvamento: 112
O 112 é o número para situações que impliquem risco de vida, como ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais ou acidentes graves. Em caso de dúvida acerca da gravidade do ferimento, não deverá hesitar em alertar os serviços de emergência. Isto pode salvar uma vida em emergências.
 
Ansicht auf das geschlossene Tor eines Feuerwehrgebäudes, durch die Fenster ist ein Feuerwehrauto sichtbar. © Goethe-Institut

Serviço de emergência médica: 116117
Em caso de emergência, poderá recorrer ao serviço de urgências no fim de semana.
Para esse efeito, poderá dirigir-se diretamente ao serviço de urgências mais próximo. Normalmente, estes serviços de urgências estão ligados a um hospital e estão abertos de noite até às 22 horas e nos feriados.
Em alternativa, pode ligar para o número de telefone 11611. Esta chamada é gratuita e está disponível em todo o território nacional alemão. Aqui será reencaminhado para um médico nas suas proximidades. Caso seja necessária uma visita ao domicílio, esta será também organizada pela central telefónica.
Serviço de urgências dentárias: 01805/986700
Aqui, poderá obter os números de telefone das clínicas e, depois, ligar diretamente para lá.

Man sieht den oberen Teil eines grauen Gebäudes mit einem Schild, das ein rotes Kreuz auf weißem Grund zeigt. © Goethe-Institut
 
Crianças
Por princípio, aplicam-se os mesmos critérios e números que no caso dos adultos.
Ao lidar com crianças, é, no entanto, também importante conhecer as mais importantes regras de conduta para poder reagir de modo rápido e correto. Em primeiro lugar, deverá confortar e acalmar a criança após uma queda. Deve manter a calma para prestar uma rápida assistência à criança, não a alarmar mais e proceder corretamente a uma chamada de emergência eventualmente necessária. Deverá dispor de uma caixa de primeiros socorros completa em casa, para que seja possível cobrir lacerações com uma ligadura de compressão ou fraturas expostas com uma compressa assética.
 
Linha para crianças e jovens: 0800/1110333
Para problemas de crianças e jovens, preocupações referentes à Web e abuso sexual.
 
Linha para os pais: 0800/1110550
Para questões referentes a educação, preocupações referentes à Web, abuso sexual de crianças e quaisquer outros problemas de pais relativos aos seus filhos.
 
Linha de apoio «Violência contra mulheres»: 08000/116016
Serviço nacional de aconselhamento para mulheres vítimas de violência, para o seu meio social e profissional. Gratuito, anónimo, permanente, disponível 365 dias por ano.
 
Linha de apoio para grávidas em emergência (anónimo e seguro): 0800/4040020
 
Linha de crise: 0800/1110111
Em caso de problemas e crises, por exemplo, problemas com o parceiro, assédio na escola e no local de trabalho, desemprego, dependência, doença, solidão, crises de identidade e questões espirituais, poderá telefonar para este número.
 
Linha de cancelamento de emergência: 116116
Para o cancelamento de cartões de débito e crédito, bem como de documentos de identificação, por exemplo, caso estes tenham sido roubados ou perdidos.

Diversos seguros

Todo mundo vive com riscos: por exemplo, de ficar doente ou incapacitado para trabalhar. Numa situação dessas, a pessoa de repente se vê com mais despesas. É para não ter que arcar com elas sozinha que existem os seguros, que você paga por mês ou por ano. Em caso de doença ou incapacidade para o trabalho, o segurado recebe dinheiro da seguradora. Na Alemanha, alguns seguros são obrigatórios: todo mundo é obrigado a tê-los. Outros seguros são facultativos: se quiser, a pessoa pode fazê-los. 

Seguros obrigatórios

Os principais seguros obrigatórios são o seguro de saúde, o seguro para a aposentadoria e o seguro-desemprego. O seguro de saúde paga suas idas ao médico ou por medicamentos de sua necessidade. Do seguro-desemprego, você recebe dinheiro durante um ano inteiro, caso você perca seu emprego e continue desempregado. Também a aposentadoria é obrigatória para quem é empregado: com a idade avançada, você não pode mais trabalhar. O seguro para a aposentadoria então lhe paga uma quantia para você poder viver. Você tem um empregador? Neste caso, você não precisa pagar os valores do seguro de saúde e do seguro social sozinho: seu patrão arca com quase a metade. Se você possui carro ou moto, você também precisa de um seguro para veículos (KFZ). Você causa um acidente e outro carro é danificado? O seguro para veículos paga o conserto parcial ou total.

Ein Auto hat in der deutliche Kratzer in der Tür. © Goethe-Institut

Seguros facultativos

Os principais seguros facultativos são o seguro para danos a terceiros (Haftpflicht), para danos domésticos e o seguro de vida (Lebensversicherung). Você quebrou alguma coisa de outra pessoa? O seguro para danos a terceiros paga o prejuízo. O seguro para danos domésticos arca com perdas em sua própria casa, por exemplo, quando alguma coisa quebra ou por danos causados pela água. Já o seguro de vida é pago, por exemplo, para os filhos do segurado – quando ele morre. 

Para refugiados

In the Event of Illness

In an emergency, refugees who are awaiting a reply in their asylum process can see a doctor. That’s the law. Before you can go to a doctor, you have to apply for a special health insurance voucher with the social welfare office. Please take this voucher with to your doctor’s appointment so that the social welfare office can pay for the medical costs. Sometimes a doctor may prescribe medication. Take the prescription to a pharmacy to receive your medication. The costs are paid by the social welfare office. Pregnant women or mothers with babies are granted special support from the state.

If you have been living in Germany for more than 15 months, you will no longer need a health insurance voucher when you want to see a doctor. The social welfare office will pay in the same way as a health insurance. However, only standard examinations are covered. The social welfare office will not pay for glasses or travel expenses to reach the doctor. Regulations may vary for children.

In Germany, everybody who has health insurance also has a health insurance card. In the federal states of Hamburg and Bremen, every refugee also receives a health insurance card. This card means that you no longer need a health insurance voucher and can go directly to the doctor. However, this does not mean that you have health insurance. The social welfare office will pay for standard examinations only.

Psychological Problems

The same applies to psychological problems: In the beginning you may only see a doctor in an emergency. However, many towns have advice centres that can help. A doctor can also tell you where you can get help.

Further questions? Write us via the contact form. We will forward your questions anonymously to the advisors of the youth migration services.

Contact form