Salvador/Hamburgo: Passado e Presente da Globalização

As cidades são os pontos de convergência e cristalização da globalização. Salvador e Hamburgo constituem casos exemplares desse fato, em razão tanto de sua história quanto do desenvolvimento ulterior. Salvador/Hamburgo: Passado e Presente da Globalização visa apresentar, tanto nas artes como em seminários, as dinâmicas da globalização às quais as cidades de Salvador e Hamburgo têm sido submetidas.



Salvador, fundada para atender os interesses globais do século XVI, sofreu uma rápida expansão e logo se tornou capital da colônia e um importante entreposto, que, enquanto produzia e exportava açúcar para a Europa, importava mão-de-obra escrava da África.
Hamburgo, com a atual reestruturação das áreas do porto, resultado da globalização das elites internacionais e do tráfego marítimo de navios porta-contêineres, representa, na Alemanha atual, o exemplo supremo do presente da globalização e das consequentes transformações do espaço urbano.