O sistema de ensino superior na Alemanha

O sistema de ensino superior na Alemanha Foto (detalhe): © Colourbox
O primeiro passo para ingressar em uma universidade na Alemanha é conhecer o sistema de ensino superior alemão. Pois, dependendo do curso escolhido, você terá condições diferentes, diretamente relacionadas com o processo de sua candidatura.

Tipos de instituições de ensino superior

Existem três tipos de instituições de ensino superior (Hochschule) na Alemanha, cada uma com diferentes critérios para a admissão de alunos.

Universität (Uni)

Para aqueles que se interessam por estudo científico, acadêmico e mais teórico. As universidades têm um espectro amplo de cursos e, na grande maioria dos cursos, o foco está na pesquisa. No entanto, algumas universidades são especializadas em alguns cursos específicos, como as Technische Hochschulen (TH) ou Technische Universität (TU) (faculdades ou universidades técnicas), Medizinische Hochschulen (faculdades de medicina) ou Pädagogische Hochschulen (faculdades de pedagogia).

Fachhochschule (FH)

As Fachhochschule são traduzidas muitas vezes como Universidades de Ciências Aplicadas. Apesar de não oferecerem tantos cursos quanto as universidades, se diferem principalmente pelo foco na prática. São cursos de ensino superior técnico, estudo com orientação prática ou aplicada, determinado por exigências concretas da vida profissional. Muitos cursos são oferecidos também na Universität, mas na Fachhochschule com um enfoque aplicado, voltado para o mercado de trabalho.

Kunst-, Film- und Musikhochschule

Para o estudante interessado no estudo de artes, moda, design, música e cinema. A ênfase aqui é tanto na teoria quanto na prática e, na maioria das vezes, requer conhecimentos prévios na área.

Tipos de graduação

Além dos tipos de instituições, existem também três tipos de graduação, que dependem do curso e da faculdade.

Bachelor/Master

O Bachelor, correspondente ao nosso bacharelado, é a primeira conclusão acadêmica reconhecida pelo mercado de trabalho. Ele dura de 6 a 8 semestres e é composto por módulos. Terminado o Bachelor, o estudante pode iniciar sua vida profissional na área ou então continuar sua formação com o Master, semelhante ao nosso mestrado. Para ser aceito em um Master, portanto, é preciso ter feito o Bachelor.

Diplom/Magister

Vale lembrar também que, em algumas poucas universidades alemães ainda é possível se formar em Diplom, especialmente na área de engenharia, ou Magister, para as áreas de ciências humanas. O título de Diplom-Ingenieur, por exemplo, mundialmente conhecido, é obtido após 5 ou 6 anos de graduação e a entrega de trabalho de conclusão de curso. No entanto, após a reforma universitária europeia (também conhecida como Processo de Bologna), a grande maioria das universidades transformaram o sistema Diplom ou Magister em Bachelor e Master, com o intuito de unificar a formação acadêmica europeia.

Staatsexamen

Além dos dois já citados, há ainda o Staatsexamen. Uma prova elaborada e coordenada pelo Estado que se aplica a todo estudante formado em medicina, direito, pedagogia ou farmácia e que o habilita a trabalhar como médico, advogado e, em alguns casos, professor ou farmacêutico. Vale como uma licença do Estado para que se possa exercer a profissão na qual se formou.

Após o Master, Diplom ou Staatsexamen, é possível fazer a Promotion, equivalente ao nosso doutorado.

O sistema de notas alemão

Existem dois sistemas de notas na Alemanha. Um deles vai de 1 a 6, onde 1 é a melhor nota e 6 a pior. O mínimo para se passar é 4. Esse é o sistema mais usado, inclusive nas instituições de ensino superior. O outro sistema vai de 1 a 15, onde 1 é a pior nota e 15 a melhor.