A educação – entre o coração e a razão

Sobre a Humboldt

A Humboldt promove e dá forma ao intercâmbio cultural entre a Alemanha e a América do Sul. Autores das áreas de linguagem ibérica e alemã têm a palavra. A Humboldt aborda discussões atuais relativas a temas da vida intelectual e cultural dos dois lados do Atlântico.
Susan Aldworth, “Cogito Ergo Sum 3”, 2006, impressão giclée, 250 x 200 cm. Cortesia da artista e de GV Art, Londres

Editorial

Os ideais da educação mudam hoje em dia com mais rapidez do que as tarifas de telefonia móvel. As instituições educativas mal conseguem acompanhar o ritmo, e tudo o que tentam fazer parece carecer de um sistema. De Ulrike Prinz e Isabel Rith-MagniLeia mais ...

DOSSIER

    Representação da alma como uma série de capacidades de delimitação exata, de: Gregor Reisch (1470–1525), Margarita, philosophica nova, 1512, xilogravura. © Dresden, Sächsische Landes-, Staats- und Universitätsbibliothek / Deutsche Fotothek / Regine Richter. Foto: Cortesia Deutsches Hygienemuseum de Dresden

    O ideal da formação humanista

    De que formação – entre o racional e o emocional – os jovens precisam em tempos de concorrência econômica e pragmatismo? De Guillermo Hoyos VásquezLeia mais ...
    Poyet, A cabeça do inventor, La Nature, 1890, vol. 1, gravura impressa. © Leipzig, Universitätsbibliothek. Foto: Cortesia Deutsches Hygienemuseum de Dresden

    A máquina de emoções

    A literatura forma tanto a razão quanto o coração. Ela estimula as emoções e serve não apenas para educar como também para manipular. De Jorge VolpiLeia mais ...
    Charles Bell (1774–1842), Corte superficial do cérebro, em: The Anatomy of the Brain, Explained in a Serie of Engravings (A anatomia do cérebro, explicada em uma série de gravuras), manuscrito, imagem nº 1, 1802, aquarela com lápis. © Londres, Wellcome Library. Foto: Cortesia Deutsches Hygienemuseum de Dresden

    O gozo integral

    Não apenas as ciências exatas, também as artes descrevem a realidade humana e são determinadas por ela. Elas educam o coração e a razão. De Cristina Peri RossiLeia mais ...
    Katharine Dowson (*1962), “My Soul”, 2005, cristal, 24,3 x 40 x 30 cm. Cortesia da artista (www.katharinedowson.com) e GV Art (www.gvart.co.uk). Foto: Courtesy Sunderland University

    Meu cérebro sente?

    Considerações filosóficas acerca da situação em que se encontra a pesquisa da emoção na Alemanha e a falta de uma “linguagem” comum entre as ciências da cultura e as neurociências. De Matthias KroßLeia mais ...
    Representações da teoria aristotélica do conhecimento. Anônimo de “De corpore et anima” (em torno de 1497), manuscrito, 22 x 15,8 x 1,1 cm. Manchester, The John Rylands University Library, The University of Manchester. © Reprodução por cortesia do biblio-tecário e diretor da biblioteca universitária. Da exposição “Images oft the Mind”, Deutsches Hygiene-Museum de Dresden

    Como educar o coração

    Sentimentos e emoções. Sobre a transformação dos ideais de educação ao longo dos séculos. De Ute FrevertLeia mais ...
    Grafite de Suso 33 realizado na exposição “Esto no es graffiti” no CICUS (Centro de Iniciativas Culturais da Universidade de Sevilla). Foto: José Martos (Sevilla Creativa, estu-dio@sevillacreativa.com)

    Turbulências do desejo e da emoção

    Etnografia e culturas emocionais em Veracruz: Do ritual às salas de autoajuda. De Juan Antonio Flores MartosLeia mais ...
    Biblioteca Municipal na Mailänder Platz, Stuttgart, inaugurada em 2011. Arquiteto: Eun Young Yi (1956, Coreia). Foto: Kraufmann/Manu Harms © Landeshauptstadt Stuttgart

    De quanto saber precisamos?

    Sobre o a derrocada de um cânone cultural da burguesia: Um arrazoado em favor de uma comunidade midiática culta. De Wolfgang FrühwaldLeia mais ...
    Fibras da substância branca, tronco encefálico e parte superior. Cortesia do Laboratory of Neuro Imaging e do Martinos Center for Biomedical Imaging

    Falar mais de um idioma nos torna inteligentes?

    Ou: O que faz o nosso cérebro quando aprendemos línguas? De Janna DegenerLeia mais ...
    Fibras da substância branca, tronco encefálico e parte superior. Cortesia do Laboratory of Neuro Imaging e do Martinos Center for Biomedical Imaging

    Educação sem sistema

    Um discurso veemente contra o desperdício sistemático de recursos e a transformação das cabeças das próximas gerações em lixões virtuais. De Manfred SpitzerLeia mais ...
    Plano Ceibal, 2009 © Foto: Luciano Dossena

    Razão e sensibilidade na sala de aula

    Iniciativas como “one laptop per child” mostram resultados muito bons em programas de alfabetização. Como será o ensino do futuro? De Sérgio BrancoLeia mais ...
    José Moreno Villa (1887–1955)
“Vista da Residencia de Estudiantes”, desenho, 1926 © Residencia de Estudiantes, Madri

    Oxford em Madri

    Do krausismo à Residencia de Estudiantes. E como foi que tudo continuou. De Rilo ChmielorzLeia mais ...
    Wilhelm von Humboldt é tido como o pai espiritual do ideal humanista de educação. Seu monumento diante da Universidade Humboldt de Berlim foi “ocupado” durante uma manifestação em 2009. Foto: Hannibal Hanschke © dpa

    Formação do belo caráter

    Nossa moderna sociedade do saber tornou obsoleto o ideal de formação humboldtiano? Uma réplica. De Rosa TennenbaumLeia mais ...
    Antroposofia como cosmosofia. “Se queres conhecer o mundo, olha para teu próprio interior. Se queres conhecer a ti mesmo, olha para o mundo. D Denken (pensamento) / F Fühlen (sentimento) / W Wollen (vontade). Redemoinho azul: conhecimento do mundo passado. Redemoinho laranja: conhecimento do mundo futuro.” Foto e © Rudolf Steiner Archiv, Dornach

    Quanto espírito é necessário na educação?

    A educação não deve ser entendida como um meio para chegar a um fim, isto é, encontrar um bom emprego. Questões esquecidas nos debates atuais sobre o tema. De Marcelo da VeigaLeia mais ...
    Músicos da Chiquitania (Bolívia), da série fotográfica “Bach in the Bush”. Foto e ©: Christopher Pillitz

    “Nossa orquestra é um tesouro”

    A partir do final do século XVII, os jesuítas estabeleceram a música como estratégia missionária na planície boliviana. Mas qual importância têm hoje a formação artística e a educação musical para a integração social? De Victoria EglauLeia mais ...
    Eduard Swoboda, “Um pequeno rato de biblioteca”, óleo sobre tela sobre cartão, 1902

    Formação cultural

    Convidada para escrever um ensaio sobre “Eros como princípio pedagógico”, Sibylle Lewitscharoff – considera-da pela revista literária Literaturen em 2012 uma das escritoras alemãs mais importantes do momento – apresenta uma retrospectiva autobiográfica, que sumariamente intitulou com o conceito “Formação cultural”. “Eros” é aqui entendido platonicamente como o movimento que nos leva à sabedoria. Esse amor passional – atraído pelo belo, pelo verdadeiro e pelo bom – paira sobre sua ode ao saber universal obtido através dos livros. De Sibylle LewitscharoffLeia mais ...
    Biblioburro, Colômbia, 2007. Foto: Andrés Sarria Sanguino

    Leituras em domicílio e outras pontes para a alfabetização

    Orelhas nas páginas dos livros contra a falta de hábito de leitura na Alemanha e na América Latina. De Rike BolteLeia mais ...
    Hannah Hurtzig: Academia Móvel, no teatro HAU1 (Hebbel am Ufer), Berlim, 2009. Foto: Thomas Aurin

    Confissões íntimas de um participante de “mercado negro”

    Sobre a “Academia Móvel” da dramaturga Hannah Hurtzig. De Wolfgang BehrensLeia mais ...
    “Toda Mafalda”, Ediciones de la Flor, 1993 © Joaquín Salvador Lavado (QUINO)

    Mafalda vai à escola

    Bernard Shaw disse certa vez que teve que interromper a sua educação porque o escolarizaram. Será que Mafalda, a mais fértil invenção da mente de Quino, poderia assinar em-baixo deste paradoxo?. De Ricardo BadaLeia mais ...

    PANORAMA

      Ensaio de “Nathan der Weise”, de Gotthold Ephraim Lessing, em combinação com o drama secundário “Abraumhalde”, de Elfriede Jelinek. Thalia Theater, Hamburgo, 2009. Direção: Nicolas Stemann. Foto: Bodo Marks © dpa

      Cultura da tolerância. Cultura do reconhecimento

      O tribalismo e a globalização parecem ser dois fenômenos contrapostos mas concomitantes, reciprocamente necessários, que imprimem seu selo à situação em que se encontra a cultura mundial no presente milênio. De Miguel GiustiLeia mais ...
      “Antígona oriental”, a partir de Sófocles e testemunhos de ex-presas políticas, filhas e exiladas. Direção: Volker Lösch. Dramaturgia: Marianella Morena. Foto: Gustavo Castagnello

      Antígona oriental

      A montagem do diretor alemão Volker Lösch dá a palavra a mulheres vítimas da última ditadura uruguaia. Presas, exiladas e filhas reivindicam a memória das vítimas do terrorismo de Estado e põem em evidência a necessidade de julgar os genocidas e de enterrar os “desaparecidos”. De Mariangela GiaimoLeia mais ...
      “Beben”, texto e direção: Guillermo Calderón. Estreia no teatro Düsseldorfer Schauspielhaus em 21 de abril de 2012. Foto: Sebastian Hoppe

      Terremoto em Düsseldorf

      O autor e diretor chileno de teatro conta como devolveu à Alemanha a visão que, há duzentos anos, o poeta Heinrich von Kleist teve da destruição imaginária de Santiago do Chile. De Guillermo CalderónLeia mais ...
      Christian Gottlob Fechhelm (1703–1759), figurino do “Re Americano” para a ópera “Montezuma” (libreto: Frederico II, música: C.H. Graun), Coleção Louis Schneider, Berlim. Foto: culture-images/Lebrecht Music & Arts

      Tributo ao rei asteca

      Uma revisão da figura ambígua do rei prussiano Frederico II, impiedoso guerreiro, criador do castelo barroco de Sanssouci em Potsdam e autor do libreto da ópera “Montezuma”, por ocasião da comemoração do 300º aniversário de seu nascimento em 2012. De Frieder ReininghausLeia mais ...
      Klara Lidén, Sem título, Poster Painting, 2010. Cortesia da artista e de Galerie Neu (Berlim)

      Prototexto no armário

      Uma contribuição à busca dos mitos genuínos no ano que lembra os irmãos Grimm. De Mark MünzelLeia mais ...
      “Velório”, Tepito, Cidade do México, outubro de 2010. Foto: Frida Hartz

      “Ver e crer”

      Um projeto fotográfico em cenários urbanos de duas megalópoles emblemáticas da América Latina, a Cidade do México e Buenos Aires, revela as novas religiosidades nas precárias e efêmeras comunidades do urbano. De Anne HuffschmidLeia mais ...
      Livro de artista “El Mar” – Pablo Neruda (2004). Arte gráfica: Gisela Oberbeck. Tipografia: Christa Schwarztrauber. Cortesia da artista. Foto: Mario Steigerwald

      ENTREMUNDOS

      Um grand seigneur do diálogo entre culturas e pessoas. In memoriam Curt Meyer-Clason (1910–2012) De Berthold ZillyLeia mais ...

      Humboldt em formato de revista digital

      Humboldt em formato de revista digital

      Leia a revista 158 sobre “A Educacão — entre o coacão e a razão” em seu Smartphone, Blackberry ou eReader!
      Faça o download aqui...

      Encomendar já