Acesso rápido:
Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)
Mostre-se banner© Juliana Rangel

Mostre-se

Desde 2016, Hugues Anhés trabalha no projeto de arte in-situ que se chama #affichezvousproject (Mostre-se). Criando instalações de arte in-situ como pontes culturais e para nos fornecer uma reflexão de quem somos como seres humanos, ele contribui para a criação de uma nova consciência coletiva.

Um bairro, uma cidade, um país: esses são lugares pelos quais diferentes identidades se cruzam cotidianamente. Agora imagine várias fotografias de pessoas locais sobrepostas em um muro e depois rasgadas, revelando rostos distintos como se fossem um só. Essa é a proposta do francês Hugues Anhès, que chegou a Salvador há pouco mais de uma semana e que em breve começará a circular pelos bairros da capital para realizar a primeira fase de seu projeto – uma instalação que propõe ir além de nossos preconceitos e nos convida a buscar uma nova percepção dos outros e de nós mesmos.

O fato de Hugues estar aqui não é por acaso: isso só foi possível através do esforço conjunto da Aliança Francesa Salvador e do Goethe-Institut Salvador-Bahia, por meio de seu Programa de Residência Artística Vila Sul, que submeteram a proposta de sua vinda ao Fonds Culturel Franco-Allemand – criado em janeiro de 2003, na ocasião do aniversário de 40 anos do Tratado de Eliseu (Élysée-Vertrag / Traité de l’Élysée). O fundo que registra a cooperação entre Alemanha e França após a Segunda Guerra Mundial permite que ambos países possam encorajar e apoiar iniciativas conduzidas pelos dois países conjuntamente em um país terceiro, o que resulta na presença ilustre do fotógrafo no Brasil. #MostreSe!
Hugues Anhes nasceu e foi criado em Paris, Port de la Chapelle, num projeto de construção que é quase tão velho quanto ele. Da Beaux Arts de Paris até a prestigiosa École des Gobelins, Hugues trabalhou como fotógrafo nos mundos da indústria de música e da publicidade.

Hugues Anhes usa a fotografia como um meio que permite que os seus sujeitos se revelem. Através dos seus olhos, ele toca as almas das suas intimidades para revelar uma parte dessa intimidade que está dentro de todos nós e que é universal.
Sempre que fotografa, filma, desenha ou escreve, Hugues Anhes procura olhar o mundo com um olho autêntico, sem piscar, capaz de representar tanto a diferença quanto a indiferença.

Com seu projeto de arte nomeado “Affichez-Vous” e que no Brasil foi rebatizado por “Mostre-se”, Hugues Anhes dá um pretexto para pessoas que nunca se encontraram para mudar seu ponto de vista sobre si e sobre o outro.

A técnica de Hugues Anhes consiste em fazer retratos de pessoas diferentes que são impressas e sobrepostas umas às outras. Ele então arranha e altera essas diferenças superficiais, reveladoras e de mistura, fazendo-nos refletir sobre o que é o mesmo e o diferente. Suas instalações constroem pontes culturais e nos proporcionam uma reflexão sobre quem somos como seres humanos e contribuem para a criação de uma nova consciência coletiva.

Making of





























Vídeo-Pílulas

#mostrese - Largo Dois de Julho

#mostrese Plataforma - subúrbio ferroviário

#mostrese - Largo do Campo Grande

#mostrese - Teatro Vila Velha e Passeio Público

#mostrese Presídio Feminino

Alliance Goethe Fonds 983© Edvaldo Oliveira
Top