Tudo passa, exceto o passado

Tudo passa, exceto o passado Foto: © Goethe-Institut

Em 2019, o Goethe-Institut organiza o projeto internacional "Tudo passa, exceto o passado" que consiste numa série de eventos que suscita interrogações sobre as maneiras de lidar com a herança colonial no espaço público, em museus e arquivos de vários países europeus. Artistas, investigadores e ativistas de todo o mundo reúnem-se em workshops em Bruxelas, Lisboa, Bordéus e Barcelona discutir de que modo o passado colonial se mantém presente nestes espaços, refletindo sobre abordagens discursivas e artísticas que visam contribuir para a descolonização do pensamento (pós)colonial.

Neste âmbito realiza-se, de 24 a 27 de setembro um workshop em Lisboa, em colaboração com a Culturgest e a Cinemateca Portuguesa, onde serão debatidos os desafios inerentes ao arquivo cinematográfico (pós)colonial. O workshop reúne quinze especialistas de Alemanha, Angola, Egito, Gana, Guiné Bissau, Moçambique, Nigéria, Portugal, Reino Unido e República Democrática do Congo e será acompanhado de um programa público na Culturgest: uma mesa redonda no dia 24 de setembro, às 18h30, e um ciclo cinematográfico, de 25 a 27 de setembro.